A aplicação de um modelo de turismo sustentável é um foco, cada vez mais, presente nas diversas entidades que atuam neste sector, dada o crescente desenvolvimento da multiplicidade de atividades turísticas, o que leva à procura por novos destinos turísticos e pela gradual competição turística a nível mundial.
A preservação ambiental, a inclusão social e cultural e o compromisso económico são variáveis fundamentais para o crescimento sustentável do setor do turismo, procurando minorar os impactes de um turismo de massa, como o é, entre tantos outros exemplos, o turismo balnear na região em que geograficamente este concelho da Nazaré se enquadra.
De modo a auxiliar as diferentes entidades nos grandes desafios ambientais, referentes aos seus serviços, fazendo-se cumprir diversos critérios aos níveis ambiental e socioeconómico, a ISO (International Organization for Standardization) acomoda um considerável número de normas internacionais nas mais diversas áreas.
Assim é objetivo prioritário aplicar esta norma internacional na Praia da Nazaré, nomeadamente respondendo aos seus requisitos aplicando-se à praia da vila, na Nazaré, bem como dos seus serviços e infraestruturas.
No sentido de apoiar uma futura aplicação desta norma internacional, pretendeu-se desenvolver uma orientação para certificação, gestão sustentável e operação turística de praias, que garanta a prestação de serviços de qualidade, integrando os valores culturais das comunidades costeiras, tendo como prioridade o respeito pela diversidade ecológica local. A resposta aos preceitos, no contexto do concelho da Nazaré, permitirá clarificar quais as entidades responsáveis na gestão das suas praias e quais os critérios que devem ser criados, modificados ou melhorados nestes espaços.
Para que seja possível um crescimento turístico a par da criação de benefícios para o território e comunidades, um destino turístico deve ser sustentável e de qualidade. Esta sustentabilidade deve contentar as necessidades das pessoas, turistas e residentes, colhendo no turismo um fenómeno inclusivo que acolhe e potencia oportunidades no futuro, visando a gestão equilibrada de todos os recursos. Devem ser respeitadas as necessidades económicas, sociais e estéticas e preservados a integridade cultural, os processos biológicos essenciais, a diversidade biológica e sistemas de suporte da vida.
Política Ambiental PDF